Segunda, 16 de Maio de 2022
°

-

Dólar
R$ 5,06
Euro
R$ 5,28
Peso Arg.
R$ 0,04
Geral Maranhão

Equipamentos educacionais garantem dignidade e melhores condições de aprendizagem a estudantes de Luís Domingues e Cedral

A agenda começou pela cidade de Luís Domingues, onde o governador entregou à comunidade a obra de reforma geral do Centro de Ensino Almeida Braga.

14/05/2022 às 12h00
Por: Paulo Maneira Fonte: Secom Maranhão
Compartilhe:
- Estudantes comemoraram a entrega das escolas completamente reformadas (Foto: Divulgação)
- Estudantes comemoraram a entrega das escolas completamente reformadas (Foto: Divulgação)
14/05/2022

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), entregou, na sexta-feira (13), dois importantes equipamentos educacionais para as comunidades escolares de Cedral, litoral norte do estado, e de Luís Domingues, na região do Gurupi, que também recebeu quadra poliesportiva coberta.

A agenda começou pela cidade de Luís Domingues, onde o governador Carlos Brandão, acompanhado de vários deputados estaduais e secretários de Estado, entregou à comunidade a obra de reforma geral do Centro de Ensino Almeida Braga e de construção da quadra poliesportiva coberta.

“Nós começamos o dia fazendo uma coisa que eu mais gosto: inaugurando uma escola. Nós já vamos para 1.460 escolas reformadas, ampliadas, revitalizadas e construídas. E o nosso governo que começou lá atrás com Flávio Dino trata as escolas de forma diferente: todas com ar-condicionado, forradas, enfim, com laboratório e biblioteca. Eu mesmo quando estudei, não estudei em uma escola que tivesse laboratório, a minha escola tinha uma pequena biblioteca”, destacou o governador Carlos Brandão.

A escola Almeida Braga foi fundada em 1940 e em 1948 foi construído o prédio escolar de quatro salas de aula. Sem a estrutura adequada, durante muitos anos o prédio ficou em ruínas. Em 1964 foi restaurado e de lá para cá passou por duas pequenas intervenções, a última em 1994. Esta é a primeira grande reforma realizada no prédio.

Por meio do Programa Escola Digna, da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), a obra de reforma geral recebeu investimentos na ordem de R$ 1,9 milhão, que garantiram a realização de serviços de: troca de piso, telhado, de instalações elétricas e hidráulicas, colocação de forro, revestimento, pintura geral, reforma de banheiros que receberam louças novas e agora são acessíveis. Outra grande melhoria para a comunidade escolar, garantida com a obra, foi a climatização de todas as salas de aula. 

A escola que atualmente tem sete salas de aula, salas da diretoria e da secretaria, também ganhou laboratórios novos de Química, Física e Matemática, além de Midiateca. A quadra poliesportiva, que era um sonho da comunidade, foi construída do zero, e os estudantes agora terão espaço digno para a prática de suas atividades físicas e esportivas. A obra já está beneficiando 370 estudantes com um espaço mais digno e acolhedor.

“Eu estou muito ansiosa e muito animada para esse começo na escola, pois é o meu primeiro ano aqui. Estamos tendo a oportunidade neste governo de termos uma Escola Digna, porque o prédio motiva, dá conforto e dá mais vontade do aluno aprender”, disse a estudante Tatiely Barroso. 

“A sensação que vem nesse momento é de alegria e gratidão. Fomos agraciados com uma obra a altura do nosso município. Escola essa que tem uma história de 82 anos. Chegamos a esse grande momento, onde por meio do Programa Escola Digna do Governo do Estado recebemos a maior e mais significativa reforma, que há tempos almejávamos. Quero agradecer ao ex-governador Flávio Dino e ao ex-secretário Felipe Camarão, assim como ao nosso atual governador, Carlos Brandão, e à nova secretária de Educação, Leuzinete Pereira, que estão dando continuidade e levarão o Programa Escola Digna a tantos municípios que necessitam”, destacou o gestor geral da escola, Neon Gomes de Oliveira.

“Para nós foi uma conquista porque nunca teve uma obra tão grandiosa quanto essa. E para os alunos vai ser muito bom, porque eles vão ter um espaço maior, um espaço melhor para aprender com salas climatizadas e tudo mais. Então, para nós é uma conquista”, declarou Marbet Sodré, que é professora e mãe de aluno da escola.

Cedral

Em Cedral, o Centro de Ensino Pedro Neiva de Santana passou por uma restruturação completa na parte elétrica, para a climatização da escola. A unidade conta com nove salas de aula, laboratório de informática, biblioteca e sala dos professores, para atender 474 estudantes matriculados nos três turnos.

A estudante da 2ª série do CE Pedro Neiva de Santana, Stefanny Costa, conta que o ambiente escolar era tão quente e abafado, que atrapalhava a rotina escolar. “A sala era muito quente. Com a climatização a gente tem a oportunidade de vir para a escola e não sofrer mais com o calor, que mudava até nosso humor e temperamento na sala de aula. Então acredito que a qualidade de ensino mudou pelo fato da gente ter uma possiblidade de um melhor aprendizado”, disse.

“Nossa escola completou 49 anos e nós comemoramos com a sua climatização. Todos os professores e alunos aplaudiram, e estão se sentindo muito bem. A educação de qualidade também se faz com essa estrutura de qualidade. E agradecemos ao Governo do Estado que nos agraciou com essa reforma”, afirmou Jeaniel Rabelo, gestor geral do CE Pedro Neiva de Santana, em Cedral.

- Atualizado às 21h00 - Fonte: ClimaTempo
°

Mín. ° Máx. °

Ter °C °C
Qua °C °C
Qui °C °C
Sex °C °C
Sáb °C °C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias